Brasil

SETI@Home: units

  Seti@Home

 
.
Mail

.


você esta em: / info -> humor

. Fudeba ?

.

Back
   Sobre a palavra 'fudeba', e a malta de asseclas, ops, irmãos iluminados que seguem a doutrina encerrada na seita do fudebismo: conta-se que um programador japonês da ASCII Corp., Toskitoshi Nakumbumbo, jogou The Castle Excelent durante 84 horas, sem repetir nenhuma sala, sem salvar o jogo e com SHIFT+F4 travado, para que o jogo fluísse bem mais rápido.
   Quando ele chegou na centésima sala, pronto para salvar a princesa... Acabou a luz. Ele então recebeu uma pontual iluminação, vinda do alem (já que estava tudo apagado...) e ele foi iluminado com o supra-sumo da essência do fudebismo.

   Diz também a mesma lenda que um pequeno holandês jogou Pink Sox até o final, mas quando foi ver a ultima tela, seu drive fudeba deu um bad sector. Ele foi então iluminado. Certa vez perguntaram a um brasileiro qual era o melhor jogo já produzido no seu país. Ele respondeu: "ZORAX". Ele era um fudeba.

   Conta-se também que um fã de musica decidiu ouvir todos os discos dos Rolling Stones, Nelson Goncalves, Maria do Relento, o disco do Pelé, Bela Bartok e o Ray Conniff, em seqüência e intercalados, sem parar para dormir e comer, durante mais de 144 horas. Ele queria entrar para o Guiness.
   Quando ele completava a 137a. hora, houve um inexplicável terremoto na cidade onde esse fã morava. Apenas a casa dele foi afetada. O chão da sua sala rachou. Adivinhe o que aconteceu? Toda a sua coleção de LPs, junto com aparelho de som e tudo foi tragado pelo buraco, provavelmente com o vetusto objetivo de animar uma festa no inferno, ao som de "Sympathy for the devil" e "Aquarela do Brasil" tocado ao trombone. Ele então recebeu uma inexplicável luz e foi agraciado com a revelação do supra-sumo da essência do fudebismo, apenas dizendo, meio-tremulo: "Fudeba...".

  Conta-se ainda também que um guru eremita, morador de uma montanha no Medio-Alto Himalaia Baixo, depois de muita meditação, ginseng, guaraná em pó natural e jejum sobre uma cama de pregos, depois de conseguir levitar e tomar banho sem derramar uma gota, depois de beliscar as asas de um mosquito sem machucá-lo, depois de desviar de um facho de luz, minimizar a sua própria sombra e conseguir fazer uma ligação telefônica interurbana usando a Telerj... Ele já era capaz de vestir um paletó de uma listra só, e teve uma tremenda inanição. Foi internado as pressas pelo curandeiro da aldeia mais próxima. O 'dotô' o enviou então para um hospital que era um  misto de câmara dos horrores, sanatório e sede do comitê eleitoral do Êneas. Lá, depois de muita tortura, alimentação pobre e gritos de "Meu numero é 56!", ele finalmente recebeu uma iluminação do alem do aquém, vindo do anti-subinconsciente e foi iluminado com a essência máxima do fudebismo. Depois disso, coitado, internaram ele na ala dos loucos perigosos, aos gritos histéricos de: "Fudeba! Fudeba! Eu descobri! Eu fui iluminado! Fudeba!".

   O fudebismo é uma filosofia que remonta a tempos imemoriais, que engloba a todas as outras filosofias de vida existentes - seita Portal do Paraíso, chacinologia, urinologia, paranóia, Star Trek, "A verdade está Lá fora", até mesmo o moinhismo. Falando em moinhismo, ele era até o surgimento do fudebismo a mais antiga e até então a mais abrangente de todas. Afinal das contas, "a vida e' um moinho" (um dos seus maiores expoentes foi o sambista da Mangueira, Cartola, quando definiu numa de suas musicas que o mundo = vida -=> "O mundo é um moinho"). Maiores informações a respeito do moinhismo, procure em http://www.lsi.usp.br/~ricardo/moinho.htm.

   Agora, o que é essa essência máxima do fudebismo? Essa essência é a suprema sabedoria, o conhecimento desconhecido do verdadeiro sentido da palavra fudeba. Para você entender toda a abrangência da palavra fudeba, é algo complicado. Esses exemplos acima mostram o quanto alguns sofreram para descobrir o verdadeiro sentido da palavra fudeba. Bem, digamos que possamos resumir o significado de fudeba como: Ser fudeba é... ser fudeba! É mais do que um estado de espírito, mais do que algo que possa ser definido... Fudeba é... simplesmente fudeba. Fim. E você é fudeba, a propósito. Por que? Porque sim. Você é fudeba. Fim. Existem outros acrônimos, como fubapa, mas não convém ao não-iniciado saber o seu significado ainda, pois ele ainda não adquiriu um nível alto o bastante dentro da fudebaria generalizada.


(Retirado da MSXBR-L)



© 1999 by MSXPró

.
Esta página é melhor visualizada em
resolução de 1024x768 @ True Color
Utilizando o navegador Mozilla

Visitante:

.

Valid HTML 4.01 Transitional   Valid CSS!